terça-feira, 8 de julho de 2014

Arte e Turismo- Museu Frida Kahlo

QUEM FOI?
Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón, nascida em 1907, foi uma importante pintora mexicana do século XX. É considerada, por alguns especialistas em artes plásticas, uma artista que fez parte do Surrealismo. Porém, a própria Frida negava que era surrealista, pois dizia que não pintava sonhos, mas sua própria realidade. Destacou-se ao defender o resgate à cultura dos astecas como forma de oposição ao sistema imperialista cultural europeu.
VIDA PESSOAL
Casa-se aos 22 anos com Diego Rivera, em 1929, um casamento tumultuado, visto que ambos tinham temperamentos fortes e casos extraconjugais. Kahlo, que era bissexual, teve um caso com Leon Trotski. Rivera aceitava abertamente os relacionamentos de Kahlo com mulheres, mesmo eles sendo casados, mas não aceitava os casos da esposa com homens. Frida descobre que Rivera mantinha um relacionamento com sua irmã mais nova, Cristina, há muitos anos, o que a revoltou. Ela os flagrou na cama e, num ato de fúria, cortou todo o seu cabelo, que era bem longo, de frente ao espelho. Sua irmã teve seis filhos com seu ex-marido e Frida nunca a perdoou.
Após essa outra tragédia de sua vida, separa-se dele e vive novos amores com homens e mulheres, mas em 1940 une-se novamente a Diego. O segundo casamento foi tão tempestuoso quanto o primeiro, marcado por brigas violentas. Ao voltar para o marido, Frida construiu uma casa igual à dele, ao lado da casa em que eles tinham vivido. Essa casa era ligada à outra por uma ponte, e eles viviam como marido e mulher, mas sem morar juntos. Encontravam-se na casa dela ou na dele, nas madrugadas.
Embora tenha engravidado mais de uma vez, Frida nunca teve filhos, pois o acidente que a perfurou comprometeu seu útero e deixou graves sequelas, que a impossibilitaram de levar uma gestação até o final, tendo tido diversos abortos.
Veado Ferido, Frida Kahlo
Tentou diversas vezes o suicídio com facas e martelos.
Em 13 de julho de 1954, Frida Kahlo, que havia contraído uma forte pneumonia, foi encontrada morta. Seu atestado de óbito registra embolia pulmonar como a causa da morte. Mas não se descarta a hipótese de que tenha morrido de overdose (acidental ou não), devido ao grande número de remédios que tomava. A última anotação em seu diário, que diz "Espero que minha partida seja feliz, e espero nunca mais regressar - Frida" permite a hipótese de suicídio. Seu corpo foi cremado, e suas cinzas encontram-se depositadas em uma urna em sua antiga casa, hoje Museu Frida Khalo.
BREVE BIOGRAFIA
- Estudou, no início da juventude, na Escola Preparatória Nacional.
As duas Fridas
- Com 18 anos de idade sofreu um grave acidente de ônibus. Para ocupar as horas vagas, durante a recuperação, passou a pintar. 
- Em agosto de 1929, casou-se com o pintor mexicano Diego Rivera com quem teve um casamento tumultuado e instável.
- Morou nos Estados Unidos com Diego Rivera entre os anos de 1931 e 1934.
- Divorciou-se de Rivera em 1939, embora tenha mantido relações com ele nos anos seguintes.
- Em 1939, Frida expôs sua obra em Paris, na galeria Renon et Collea.
- Deu aulas de introdução à pintura, a partir de 1943, na Escola La Esmeralda na Cidade do México.
- Sofreu três abortos durante a vida.
- Teve uma vida marcada, principalmente após o divórcio, pelo consumo abusivo de álcool. Dizia que era para aliviar o sofrimento que sempre marcou sua vida.
- Após uma grave pneumonia, morreu em embolia pulmonar em 13 de julho de 1954.
PRINCIPAIS OBRAS
- Autorretrato em vestido de veludo, 1926
- O ônibus, 1929
- Frida Kahlo e Diego Rivera, 1931
- Henry Ford Hospital, 1932
- Autorretrato com colar, 1933
- Meus avós, meus pais e eu, 1936
- As duas Fridas, 1939
- Autorretrato com cabelos cortados, 1940
- Autorretrato com colar de espinhos e colibri, 1940
- Autorretrato como tehuana, 1943
- Diego em meu pensamento, 1943
- O veado ferido, 1946
- Diego e eu, 1949
- O marxismo dará saúde aos doentes, 1954
O MUSEU FRIDA KAHLO
La Casa Azul era a casa dos pais de Frida Kahlo, no bairro de Cocoyacán, Cidade do México.
Mais tarde, virou a residência de Frida Kahlo e de seu marido, o muralista e pintor Diego Rivera.
Lá eles viveram de 1929 a 1954. Depois da morte de Frida, o lugar virou o Museu Frida Kahlo e é um dos pontos mais visitados do México.
A casa está intacta, com a mesma estrutura e disposição de móveis, deixados por Frida e por Diego. Nos ambientes é possível sentir e admirar o cunho artístico e colorido deixado por Frida e pelo seu pai.
Atualmente, o museu virou um dos maiores pontos de encontro do México, devido a riqueza de detalhes e pela atribulada história de Frida.
Para saber mais sobre o museu, acesse: http://www.museofridakahlo.org.mx/
A ARTE E O TURISMO, Museu Frida Kahlo
O Marxismo dará saúde aos doentes
O turismo tem muitos intuitos, porém a sua maior vertente é a da preservação e perpetuação cultural e social. Desse modo, quando entrelaçado com a arte, ele toma uma nova configuração, que vai além da preservação e da perpetuação, ele se torna o turismo do saber e do conhecer.
Sendo assim quando vamos a um museu, além de admirar as obras e objetos, estamos conhecendo um pouco mais sobre ele, e de certa forma estamos ajudando a preservar e a perpetuar a disseminação da informação.
Portanto, ir á um país e conhecer a cultura e quais foram os principais nomes, é uma forma de gerar autoconhecimento e patrocinar a perpetuação cultural.
O Museu da Frida Kahlo é um bom exemplo para essa afirmação, pois hoje ele é um dos principais destinos para quem vai ao México.  E cada pessoa que vai conta para outra, e essa conta para outras, e assim gera o conhecimento compartilhado.
Autorretrato Cabelos Cortados
É visível que o Museu de Frida possui uma alta visitação, por conta da sua trajetória de vida e obras, e a visitação contribuí ainda mais para que outras pessoas conheçam a sua história.
Esse turismo pode ser entendido como um ciclo sustentável, onde a sua realização contribui com o beneficio de ambas as partes, tanto o turista quanto ao museu.
Então, pratique esse turismo e ajude a compartilhar o conhecimento. Além de ir ao México e conhecer a belíssima história de Frida Kahlo, você estará estimulando outras pessoas a obter mais conhecimento e amor pela Arte.
PRINCIPAIS FRASES DE FRIDA
- "Para que preciso de pés quando tenho asas para voar?"
- "Eu nunca pinto sonhos ou pesadelos. Pinto a minha própria realidade."
- "Bebi porque queria afogar minhas mágoas, mas agora as coisas malditas aprenderam a nadar."
Diego e Frida
- "Eu pinto autorretratos porque estou muitas vezes sozinha e porque eu sou a pessoa que eu conheço melhor."
- "A pintura tem ocupado minha vida. Perdi três filhos e uma série de coisas que poderiam ter preenchido a minha vida horrível. A pintura substituiu tudo. Eu acho que não há nada melhor do que trabalhar. "

Vamos ao México conhecer a fantástica história de Frida Kahlo, que cativa e cativou inúmeras pessoas no mundo inteiro!

REFERÊNCIAS
PESQUISA, SUA. Frida Kahlo. Disponível em <http://www.suapesquisa.com/quemfoi/frida_ka hlo.htm> Acesso em: 7 de julho de 2014.
UOL, Destinos. La casa azul, revela o mundo colorido de Frida Kahlo. Disponivel em <http://roteirosincriveis.uol.com.br/destinos/america-central/mexico/la-casa-azul-revela-o-mundo-colorido-de-frida-kahlo-3/> Acesso em: 7 de julho de 2014.
WIKIPEDIA. Frida Kahlo. Disponível em < http://pt.wikipedia.org/wiki/Frida_Kahlo> Acesso em: 8 de julho de 2014.

VIDEOS:



Sugestão: Assista ao filme de Frida Kahlo que retrata a sua história de vida.