Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Turistas de Junho

O mês de junho sempre foi reconhecido como o mês dos santos festeiros, seja por Santo Antônio, São João Batista, São Pedro e outros saudosos santos. Tendo como padroeiro estes anfitriões, muitas cidadezinhas e paróquias se enchem de cor, som e sabor neste mês. Algumas destas comemorações são bem arraigadas aos traços culturais, já outras se perdem no meio de tantas barracas, shows e turistas. Um exemplo claro destas comemorações é a Festa do Aniversário de Joanópolis, que mesmo não levando o nome, tem sua origem na Festa em Louvor a São João Batista. A festa já é considerada a maior festa da região, movimenta milhares de turistas e munícipes todos os anos, que são contemplados com inúmeras apresentações musicais, danças, teatros, encenações e outras manifestações. Contudo, sem entrar no mérito dos traços culturais, nesta época é expressiva a movimentação de turistas e excursionistas na cidade. A pacata cidadezinha de pouco mais de 12 mil habitantes, transforma-se em uma cidade de porte …

2 Anos- A Arte do Turismo e da Hotelaria

O Blog A Arte do Turismo e da Hotelaria comemora hoje (28/06) os seus dois (2) aninhos de vida. Ao longo destes anos muita coisa foi abordada por aqui, muitas entrevistas, visitas, informações, relatos, discussões e outros. O que começou inicialmente como uma ideia de diário de curso de Hospedagem, hoje vem se tornando um referencial para estudantes, simpatizantes e formados em turismo do Brasil e espalhados pelo mundo. Atualmente o blog já migrou para as redes sociais, bem como o Facebook e, recentemente inauguramos nosso canal no YouTube. Além disso, o blog já ganhou espaço em outros meios de divulgação, como por exemplo, uma coluna na Revista Bragantina On Line, Jornal O Registro e recentemente na Tv Joanópolis e Rádio Serrana. Quando comparamos os resultados de um ano atrás vemos que o nome A Arte do Turismo e da Hotelaria cresceu muito. Em 2014 tínhamos 66 postagens e mais de 4.000 visualizações no Blog, já a página do facebook possuía cerca de 200 curtir e por semana a suas publica…

Minha Primeira Apresentação de Trabalho- Fórum Internacional de Turismo do Iguassu

Quando entrei na faculdade tomei conhecimento da oportunidade de apresentar trabalhos em eventos, sempre fiquei encantado e motivado pela oportunidade. Mas, quando realmente tive a noticia que teria que apresentar, a história foi outra. Logo de inicio fiquei com medo e ao mesmo tempo ansioso, pois tinha medo de dar errado e estava ansioso para viver este momento. Assim que soube que meu artigo científico “Rota e Roteiros: Desafios para uma nova conceituação” tinha sido aprovado no IX Festival Internacional de Turismo do Iguassu quase “enfartei”. Fiquei totalmente surpreso, pois era o meu primeiro artigo que redigi e que havia sido aprovado. A primeira coisa que eu fiz foi contar para meus pais e a segunda foi o correr falar com a minha orientadora. Como não tinha experiência alguma com apresentação ela foi essencial, me deu o que a apresentação deveria conter e etc. Após isso fiquei treinando incessantes vezes, se foram 20 foi pouco, tentando controlar meu tempo, a velocidade da minha voz…

Devaneios no Campo - 2º Caminhada na Natureza em Marialva

Em um belo domingo, dia 14 de junho, eu a minha professora, o filho dela e mais um discente do campus, decidimos realizar uma caminhada na natureza, basicamente queríamos saber como se estruturava essas caminhadas. Assim, o destino escolhido foi à cidade de Marialva/PR. Saímos bem cedinho do Distrito de Primavera/Rosana-SP, por volta das 5h da manhã. Pegamos a estrada e, ao longo do percurso já podíamos ver que a paisagem ia alterando, se enchendo de cor. Passamos por diversas cidadezinhas do Paraná, cada uma com seu charme e suas particularidades, mas o que embelezou nossa ida foi o nascer do sol na estrada. Chegando a Marialva, nos dirigimos para o meio rural e já pudemos ter uma amostra do que estava por vir. As estreitas estradas de pedras, contornadas por inúmeras plantações de sorgo, milho e cana-de-açúcar nos conduziam para a nossa primeira parada. A primeira parada nos guardava o aconchegante café da manhã. Na realidade a primeira parada era o primeiro ponto de apoio, sendo que a…

O Mês dos Festejos- Junho

No mês de junho, as ruas da pacata Joanópolis (SP) se enchem de cor, cheiros, sabores, diversão e religiosidade. Os moradores desta cidade contam os dias para os tão esperados festejos do mês. A ansiedade toma conta de crianças, jovens, adultos e idosos dali e de municípios vizinhos, pois é a maior festa junina da região. Centenas de turistas visitam a cidadezinha nesta época em busca de novos sentimentos e experiências, quando se avista do alto o mar de gente, faz acreditar que estamos até numa cidade grande. Talvez, a vinda desses turistas se dê por conta das ruas temáticas, que oferecem quitutes, bebidas e outros insumos típicos da mesa caipira, ou talvez pelas apresentações musicas, que por sua vez se manifestam em diversos ritmos e símbolos, ou apenas pelo simples fato de conhecer um lugar novo e explorar tudo o que ele tem para oferecer. Saber exatamente o real motivo que traz tantas pessoas é um pouco difícil, dado que são tantos os motivos que encantam munícipes e turistas nesta …

Reminiscências: As tão sonhadas férias de julho- Por: Monica Dias

O burburinho dentro de casa já acontecia, pais, tios e avós reunidos no almoço discutiam o destino das férias alegremente. E a criançada reunida na vila, conversava sobre o mesmo assunto. - Júlio, seus pais já resolveram aonde vão te levar? - Acredito que vamos para praia visitar meus avós... mas eu queria mesmo era ir com você! Suspiro e digo comigo mesma – também queria levar todos vocês!  - Desta vez papai e mamãe resolveram visitar uns tios em Guaratinguetá, como disse a vocês ontem, a viagem será em família, meus primos irão também.
 Na reunião do almoço me senti constrangida porque não sabia nada do lugar, mas eles disseram que fica no Vale do Paraíba, aqui em São Paulo mesmo, a 176 km da capital, tive vontade de perguntar muita coisa, mas temi o olhar dos adultos, assim corri para o quarto e debaixo da cama, numa caixa muito bem organizada, peguei meu mapa do estado de São Paulo, que ganhei do meu avô, e iniciei uma pesquisa. Quando as primeiras palavras surgiram uau! Um lugar ch…

O que aprendi em um hostel...

Primeiramente vale falar que eu nunca havia ido a um hostel, só havia me hospedado em hotéis e resorts. Logo, eu, acreditava que o sistema de um hostel era basicamente o que eu sabia sobre hotéis. Mas, não é bem assim. O hostel que eu fiquei possui algumas características, que não sei se é igual a todos, basicamente eu fiquei surpreendido em saber que você precisa levar alguns itens básicos, bem como pasta de dente, toalha, shampoo, condicionar, sabonete e outras “cositas mas”... Outra coisa que fiquei surpreso é que a roupa de cama fica na recepção e cabe a você fazer a sua cama. Uma coisa que achei bastante singular é que a cozinha é conjunta, e detalhe, na dispensa só tem lámen e comidas instantâneas. Rsrs Como fiquei em um quarto misto, e tinha alguns gringos, cheguei à conclusão que eles não dormem, pois eu vi a porta do quarto abrindo inúmeras vezes durante a madrugada ... Sem esquecer é claro, da hora do banho, no meu caso foi bem tranquilo, pois não tinha muita gente no quart…