Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

Bagagens em: As vilãs da viagem

Algumas vezes na nossa vida podemos optar por vários meios de transporte para chegar ao nosso destino. Contudo, quase sempre as opções serão poucas, dado a distância, segurança e, em especial, o preço que estamos dispostos a gastar. Para quem viaja a turismo, lazer, negócios, eventos, para visitar parentes ou a trabalho, sabe que geralmente vai acabar entrando em um ônibus. Sabe também, que com um ônibus vem uma série de situações agregadas. A primeira seria a compra das passagens. Você vai escolhe o melhor poltrona e, consecutivamente, levará a passagem para casa. Provavelmente você irá consultar todos os dias a sua passagem, para ter certeza que ela esta ali, ou vai deixar tudo para ultima hora e pode ate esquecer da passagem. A bagagem, por sua vez, é algo intrigante, geralmente as mulheres (e alguns homens) extravasam no número e no peso de suas bagagens, que por sua vez ficam perdidas para carrega-las e para tomar conta de todas elas. Fora isso, as situações começam a ficar inusitada…

Diário de Viagem- Memorial da América Latina

Sobre o Acervo Vagar ao léu pelos 84.000 metros quadrados do conjunto arquitetônico do Memorial é uma experiência inesquecível. Além de apreciar as linhas curvas das construções, o visitante vai se surpreender com as obras de arte de artistas consagrados exibidas ao longo da esplanada ou dentro dos espaços culturais. Todos eles foram escolhidos pelo próprio arquiteto Oscar Niemeyer, que indicou em quais locais os trabalhos deles deveriam ficar expostos. Por sua vez, o acervo de arte popular do Pavilhão da Criatividade conserva peças singelas de autores anônimos. São obras primas do artesanato continental, recolhidas diretamente das mãos de artesões, sem intermediários, lá onde eles vivem e trabalham.
Durante os meses de agosto e setembro de 1988, Maureen Bisilliat viajou por México, Guatemala, Equador, Peru e Paraguai, acompanhada de seu marido, Jacques Bisilliat, e do arquiteto Antônio Marcos Silva. Ambos tinham larga experiência e conhecimento da cultura popular. Um rico acervo da Bol…

Diário de Viagem- Memorial da Inclusão/SP

Sobre a Exposição A Exposição reúne aproximadamente seiscentos documentos, selecionados para compor uma leitura do movimento social da pessoa com deficiência, sua luta e conquistas. Tais documentos foram reunidos e sugeridos por uma equipe seleta de militantes do segmento, que disponibilizaram seus acervos pessoais e abriram os canais para o encontro sempre proveitoso com outros acervos e pessoas, também dispostas a contribuir para contar e relembrar os caminhos da pessoa com deficiência para a inclusão social. A ideia original de contar a história do movimento social da pessoa com deficiência foi ampliada paramemorial da inclusão, por considerar que as reivindicações e conquistas deste segmento são benefícios para toda a sociedade, apesar de reivindicações muito pontuais.
A ideia evoluiu para traçar os caminhos das pessoas com deficiência em prol de uma sociedade mais inclusiva e, assim, com esta proposta, estimular a reflexão de que as formas e frentes de ação do segmento contribuíram …