Pular para o conteúdo principal

Nicarágua, um paraíso natural

ORIGEM DO NOME, Nicarágua
Bandeira Nicarágua
A origem do nome é incerta, já que o país não conta com um registro indígena, podendo-se recorrer somente às crônicas dos primeiros espanhóis. Nessas crônicas fala-se sobre o povo náhuatl que viviam entre o grande lago (chamado de Nicarágua posteriormente) e o Oceano Pacífico; a esta terra eles davam o nome de nic–atl-nahauc que significa "aqui junto a água".



LOCALIZAÇÃO
A Nicarágua é um país da América Central, limitado ao norte pelo Golfo de Fonseca (através do qual faz fronteira com El Salvador), Honduras, a leste pelo Mar das Caraíbas, através do qual faz fronteira com o território colombiano de San Andrés e Providencia, a sul com a Costa Rica e a oeste com o Oceano Pacífico. Sua capital é Manágua.
TOP 8 CURIOSIDADES
-1ª Que futebol que nada! O esporte mais popular da Nicarágua é o beisebol.
-2º A bebida típica é o pinolillo, uma bebida feita com milho, cacau, canela e outros ingredientes
- 3º No total, a Nicarágua possui nove grandes lagos. Não é sem motivos que é chamada de Terra dos Vulcões dos Lagos.
Ave, simbolo da Nicarágua
- 4º A maior parte da população nicaraguense é formada por mestiços de índios com brancos europeus (69%).
-5º Apesar de possuir uma área menor do que a de muitos estados brasileiros, a Nicarágua é rica em vulcões, cerca de 25 focos vulcânicos. Os mais conhecidos são o San Cristobal, o Telica, o Concepción, o Mombacho, San Jacinto e o Maderas.
- 6º A ave símbolo da Nicarágua é o Guardabarranco, um pequeno pássaro com duas penas na calda que lembram raquetes.
-7º O lago Cocibolca é também chamado de lago Nicarágua. É o segundo maior lago da América Latina, atrás apenas do lago andino Titicaca.
- 8º Nicarágua é o maior país da America Central.
- 9º A economia nicaraguense é predominantemente agrícola.
- 10 ºNa culinária, o prato típico é um prato feito em estilo de feijão com arroz.

TURISMO
O turismo na Nicarágua está crescendo e atualmente tem a segunda indústria mais bem sucedida da
nação.  A maioria dos turistas que visitam a Nicarágua são dos Estados Unidos, América Central, América do Sul (sobretudo Brasil e Argentina) e Europa (sobretudo de países Escandinavos, como Dinamarca e Noruega. Segundo o Ministério do Turismo da Nicaragua (INTUR), a cidade colonial de Granada é o destino preferido para os t
uristas. Também o são as cidades de León, Masaya, Rivas e o Río San Juan De Nicaragua, as praias de San Juan del Sur, a ilha de Ometepe, o vulcão Mombacho, as Ilhas do Milho (Corn Island e Little Corn Island), dentre outras, são atrações turísticas principais. Além disso, o ecoturismo e a prática do surfe atraem muitos turistas à Nicarágua.

PONTOS TURÍSTICOS
Cidade de Granada
Granada é uma cidade localizada às margens do Lago Cocibolca, na costa oeste da Nicarágua.
Cidade de Granada
Granada é a capital do departamento de Granada, sua população estimada em 2004 era de 110.000 habitantes, a maioria descendentes de europeus e mestiços de descendentes de europeus. 
Granada foi fundada em 1524 por Francisco Hernandes de Córdoba. Foi uma das primeiras cidades fundadas por europeus em terra firme do continente americano. 
É considerada um dos 25 lugares do mundo que não se deve deixar de visitar. Sua arquitetura colonial e neoclássica são belas e bem conservadas
Parque Nacional Vulcão Masaya 

Parque Masaya
Parque Nacional Vulcão Masaya – localizado à 14km de Managua, o vulcão Masaya domina a paisagem e é cercado por outros pequenos vulcões. Algumas lendas dizem que os indígenas utilizavam esses vulcões para fazer oferendas à Chaciutique, jogando jovens em sua lava.. Os colonizadores espanhóis acreditavam que o vulcão era a porta do inferno, habitação de vários demônios.
Arquipélogo
Arquipélago de Solentiname
Arquipélago de Solentiname – localizado a parte sul do lago de Nicaragua, é o local de uma comunidade estabelecida pelo poeta Ernesto Cardenal. Além de possuir uma reconhecida escola de pinturas primitivista, é um ótimo local para o ciclismo, pescaria ou mesmo para descanso.
Ilhas do Milho
Ilhas do Milho ou Ilhas de Maíz são duas ilhas
Ilhas do Milho
pertencentes à Nicarágua (as ilhas chamam-se Grande e Pequena) com 12 km² e com uma população que ronda os 2.700 habitantes, constituída por caribes negros chamados garifunas. Estão estrategicamente situadas no Mar das Caraíbas, frente à cidade de Bluefields, na Nicarágua. O inglês e o espanhol são as línguas faladas nas ilhas.
A principal actividade económica das ilhas é a pesca. O crescimento do turismo tem afectado às ilhas, sendo a observação dos recifes de coral a sua principal atração.
INFORMAÇÃO E SERVIÇOS
Moeda Oficial: Córdoba
Língua Oficial: A língua oficial é o espanhol
Fuso horário: Seis horas a menos em relação a Brasilia
Vistos Consulares: Brasileiros necessitam de tarjeta de entrada, tanto a turismo como a negócios. É emitida uma tarjeta ao ingressar no país no próprio aeroporto mediante o pagamento de uma taxa, no valor aproximadamente de U$10,00.
Esta tarjeta tem validade de 30 dias para permanecer no país.

Passaporte: deverá estar com validade superior de seis meses a partir da viagem.
Vacinas: para entrar no país é necessária a vacina de Febre Amarela Internacional.
Site Turismo Nicarágua: http://visitnicaragua.us/
Site Nicarágua: http://www.nicaragua.com/

REFERÊNCIAS
WIKIPÉDIA. Nicarágua. Disponível em < http://pt.wikipedia.org/wiki/Nicar%C3%A1gua> Acesso em: 07 de agosto de 2014
CURIOSIDADE, M. Q. 15 curiosidades sobre a Nicarágua. Disponível em< http://maisquecuriosidade.blogspot.com.br/2014/05/15-curiosidades-sobre-nicaragua.html> Acesso em> 07 de agosto de 2014.
PAÍSES. Nicarágua vuelo aventuras. Disponível em < http://paises.hlera.com.br/america-central/nicaragua/curiosidades-sobre-a-nicaragua.htm> Acesso em: 07 de agosto de 2014
.Veja o vídeo sobre a Nicarágua.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que fazer depois que acabar a faculdade? Bacharel em Turismo

Após os três, quatro ou cinco anos de faculdade é natural que muitos ainda se perguntem o que vão fazer depois da faculdade, essa pergunta não é privilégio apenas dos futuros turismólogos, muitos e muitos outros futuros profissionais se fazem o mesmo questionamento. Mas falando dos futuros turismólogos, ao longo do curso a grade oferece uma serie de conhecimentos multidisciplinares que possuem o intuito de capacitar o profissional para os diversos meios de atuação do turismólogo. Mas a problemática se insere neste contexto. Algumas profissões como, por exemplo, licenciatura em Matemática, ou você ministra aulas ou vira pesquisador, são apenas duas opções (ou mais), de certa forma fica mais fácil de decidir, assim como biomedicina, ou você trabalha em um laboratório de analises clinicas, ou se torna professor ou se torna pesquisador. Já no turismo a realidade é inversa, em síntese temos os seguintes campos de atuação, cruzeiros, agencias de viagens, docente, poder publico, eventos, hotela…

O Folclore e o Turismo

Mas o que significa e o que é Folclore? Folclore é o conjunto de crenças, superstições, lendas, festas e costumes de um povo passado de geração em geração. A palavra Folclore vem do inglês pela junção das palavras folk (povo) e lore(sabedoria popular) significando sabedoria do povo. O Folclore no Brasil só começou a receber atenção da elite na metade do século XIX, durante o Romantismo. Naquela época, a cultura popular crescia na Europa e Estados Unidos e, baseados nesse interesse, estudiosos brasileiros como Celso de Magalhães e Sílvio Romero pesquisaram as manifestações folclóricas nativas e publicaram estudos. (FOLCLORE, 2010) Você sabia que o Folclore é protegido por lei? Isso mesmo, de acordo com a Constituição Federal de 1988, nos artigos 216 e 215, que relatam sobre o patrimônio cultural brasileiro: “os bens materiais e imateriais, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasilei…