domingo, 17 de agosto de 2014

Desenvolvimento Turístico- Revista Bragantina On Line

Na edição de Agosto da Revista Bragantina On Line, trago na coluna A Arte do Turismo e da Hotelaria a importância da participação e aceitação da população no desenvolvimento Turístico. Acompanhe:

Desenvolvimento Turístico
A atividade turística tem se expandido e ganhado novos mercados nos últimos anos, devido ao fato do turismo ser uma fonte de renda alternativa que não requer grandes investimentos. Com isso nasce o desejo de inúmeros municípios em se tornarem um destino turístico.
Em contrapartida ao anseio da Prefeitura e dos comerciantes está a população, que na maioria das vezes não concorda que o município receba turistas e invista no turismo.
Capa, Revista Bragantina On Line
Muitas cidades com potencial turístico, localizadas no interior do estado e com sistema urbano em formação, poderão receber um grande fluxo de turistas, gerando transtornos no trânsito, no acesso ao comércio e sistema bancário; o que acarretará em descontentamentos na população local.
Outro argumento utilizado é que o turista depreda o patrimônio da cidade. As formas de depredação podem ser entendidas pelo fato dos visitantes deixarem lixo no local e pelo hábito de escrever nomes e mensagens em árvores e muros.
Além disso, outra preocupação dos moradores é com a violência que o turismo poderá trazer. Quando o município vira um destino turístico, obviamente há um investimento em divulgação para captar novos turistas, logo, essa divulgação atinge diversos níveis sociais e grupos com diferentes características.
A resistência da população é clara quando se trata de um município pequeno que é conhecido regionalmente. Outro empecilho é que a chegada da atividade turística altera o modo de vida da população, que levará certo tempo para se adaptar.
Como todo desenvolvimento, a atividade turística municipal depende basicamente do apoio e empenho da população. Portanto, cabe à administração pública sensibilizar a comunidade local acerca dos benefícios do turismo.
Não havendo o interesse por parte da população em receber turistas, o destino vai perder a característica hospitaleira, acarretando falta de mão de obra, que pode ocasionar a importação desse serviço. Tais fatores poderão impactar negativamente a imagem do município, uma vez que os maiores divulgadores são os habitantes.
É necessário expor ao munícipe que o turismo é uma grande fonte geradora de empregos, bem como uma nova alternativa de comércio e um agente que garante a permanência do jovem na cidade.
O turismo, quando bem aplicado, permite o desenvolvimento urbano, ou seja, melhorias de estradas, sinalização e a preservação patrimonial, além do desenvolvimento social, com cursos profissionalizantes, valorização e intercâmbio cultural.
Artigo Revista Bragantina On Line
O apoio da população no desenvolvimento turístico do município é indispensável. Uma das formas de sensibilização de base pode ser feita na escola, pois é por meio da sensibilização das futuras gerações que será construída uma sociedade tolerante e democrática.
Sendo assim, o turismo deve ser inserido no âmbito escolar, garantindo dessa forma a liberdade de escolha da população em ser ou não ser um destino turístico. As futuras gerações serão as responsáveis pelo desenvolvimento municipal, estadual e federal, e se elas tiverem um conhecimento previamente fomentado serão capazes de escolher as melhores alternativas.



Acompanhe a Revista Bragantina On Line: https://sites.google.com/site/revistabragantinaonline/
Acompanhe a Edição de Agosto da Revista: http://pt.scribd.com/doc/237053365/Revista-Eletronica-Bragantina-On-Line-Agosto-2014