sexta-feira, 6 de junho de 2014

Estâncias do Estado de São Paulo

Muitos se perguntam o porquê alguns municípios são considerados estâncias e outros não. As razões que levam um município a ser considerado uma estância são varias, algumas delas estão por conta da infraestrutura urbana, hoteleira e turística, e alem disso cada município deve ter um atrativo e um ponto turístico consolidado que se enquadrem nos parâmetros da lei estadual da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo e que se encaixem nas 4 divisões de estâncias.
As estâncias estão divididas em:
-Climáticas
- Balneárias
- Turísticas
- Hidrominerais
Aprecesp
O Estado de São Paulo tem cerca de 67 estâncias, que se encontram em todo o estado. A partir da consolidação do município como estância, ele passa a receber uma verba do DADE, que é o Departamento de Apoio e Desenvolvimento das Estâncias, esse departamento todos os anos envia verba as estâncias que devem utilizar para aprimoramento dos atrativos e sistemas para receber os turistas.
E assim a Estância tem a oportunidade de receber inúmeros incentivos de fomento, elas podem participar de feiras e congressos do ramo, e também se associar aos órgãos de divulgação regionais e internacionais.
Um desses órgãos é a APRECESP, que é a Associação das Prefeituras das Cidades Estâncias do Estado de São Paulo, ele é uma parceira fundamental que auxilia na divulgação das estâncias e também na captação de projetos de infraestrutura e patrocínios.

Estâncias Balneárias- Secretaria de Turismo

Estâncias Climáticas- Secretaria de Turismo
























Estâncias Hidrominerais- Secretaria de Turismo

Estâncias Turísticas- Secretaria de Turismo
























Referências:
TURISMO, S. Estâncias. Governo do Estado de São Paulo. Disponível em <http://www.turismo.sp.gov.br/dade/estancias.html> Acesso em: 6 de junho de 2014.
TURISMO, P. Estâncias do Estado de São Paulo. Aprecesp, Turismo Paulista. Disponível em <http://www.turpaulista.com.br/> Acesso em: 6 de junho de 2014.