sexta-feira, 20 de junho de 2014

Diário de Viagem- MASP, Museu de Arte de SP

O Museu de Arte de São Paulo, Assis Chateaubriand, está localizado na Avenida Paulista.
E seu acervo é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) desde 1969, e atualmente possui cerca de 8.000 peças.
Segundo o site do museu, o edifício sede do museu, com 11.000 metros quadrados divididos em 5 pavimentos e com vão livre de 74 metros, é um ícone da cidade de São Paulo. Em 1982 foi tombado pelo CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado e em 2003 pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. 

História
P.M. Bardi e Chateaubriand, na inauguração do MASP. 
Foto: Reprodução MASP 
Fundado em 1947, o MASP foi idealizado por Assis Chateaubriand, empresário e jornalista, e Pietro Maria Bardi, jornalista e crítico de arte italiano. A princípio, instalou-se em quatro andares do prédio dos Diários Associados, império de Chateaubriand formado por 34 jornais, 36 emissoras de rádio, 18 estações de televisão, editora e a revista O Cruzeiro. 
MASP. Foto: Reprodução MASP.
Como São Paulo era na época a grande capital financeira, principalmente devido a circulação do dinheiro das indústrias e do café, decidiu-se que o MASP seria construído nesta cidade. (MASP, 2014)
A nova sede, na próspera Avenida Paulista, foi projetada por Lina Bo Bardi. Foram 12 anos entre projeto e execução. Lina trabalhou sob uma condição imposta pelo doador do terreno à prefeitura de  São Paulo: a vista para o Centro da cidade e para a Serra da Cantareira teria de ser preservada, através do vale da avenida 9 de Julho.

lembranças MASP
Assim nasceram as quatro colunas do atual museu com um vão livre de 74 metros, assim nasceu um dos cartões postais da cidade de São Paulo, foi inaugurado em 1968. Projeto moderno e ousado para a época, abrigava a coleção do museu, já conhecida e respeitada nos muitos países pelos quais passou durante os anos em que o edifício esteve em construção, como França, Itália, Japão, entre outros.

A inauguração do novo prédio contou com a presença da Rainha Elizabeth II da Inglaterra, além das maiores autoridades brasileiras da época e uma grande participação popular em frente ao edifício. (MASP, 2014)

O Museu é riquíssimo em arte, e o publico tem a oportunidade de ver ao vivo as obras de arte que só eram conhecidas pela teve ou por livros e revistas. Essa oportunidade deve ser preservada e passada para as futuras gerações.
Além da oportunidade de conhecer sobre a arte e sua história, o publico tem a oportunidade de conhecer um dos maiores cartões postais de São Paulo e também uma das ruas mais famosas do mundo, a avenida paulista.
A oportunidade é única e acessível, não deixe de ir e preservar a Arte!


REFERÊNCIAS:

MASP. Sobre o MASP, Histórico. Disponível em <http://masp.art.br/masp2010/sobre_masp_historico.php> Acesso em: 20 de junho de 2014

MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO
Toda terça-feira a entrada no MASP é gratuita a todos os visitantes.
Horários:
Segunda-feira: fechado
De terça a domingo: das 10h às 18h (bilheteria aberta até 17h30)
Quinta-feira: das 10h às 20h (bilheteria até 19h30).