Pular para o conteúdo principal

Turismo de Eventos, Crescendo cada vez mais- Por Alexandre Quintino



Imagens Retiradas da Internet

O Turismo de Eventos ganhou espaço insubstituível na economia turística do país, seu aumento o torna importante e com uma colocação privilegiada para que seu faturamento seja total, fazendo com o que o Brasil se destaque entre os outros países. Os investimentos são grandes para atender toda a demanda e agradar a todos. Dessa forma, voltar outras vezes e trazer outras pessoas para conhecer e desfrutar o que o país tem de melhor, além de nossa beleza natural e um clima tropical, faz com que o evento seja um momento único na vida de quem por aqui passa e lucrativo para quem o organiza.
Imagens Retiradas da Internet
Imagens Retiradas da Internet
Grandes eventos atraem pessoas do mundo todo, mesmo sendo pouco tempo de duração, bem como shows, feiras, congressos, palestras exclusivas e entre outros. O Brasil é o atual país dose grandes eventos, assim como o Rock in Rio, Lollapalooza, Tomorowland (que é o maior evento de musica eletrônica do mudo), as Olimpíadas que ocorrerão em breve. Tais eventos mostram que somos um país capaz de comportar grandes eventos, fazendo com que o mundo conheça nossa cultura, gastronomia e também um pouco de nossa história e mostram como somos um povo receptivo.
Imagens Retiradas da Internet
 Estamos no ranking dos países mais procurados da América latina para sediar os principais eventos, e de alguma forma espalhamos os acontecimentos por toda a nação para que não se concentre só em uma cidade e sim nas principais. Os empresários percebem a atração e diferenciação e seu público está de acordo com o tipo de evento, fazendo um jogo de marketing, movimentando o setor turístico como um todo. E o país só ganha porque a cada ano vêm se fazendo vários tipos de eventos para cada época do ano, e as pessoas se programam com antecedência e escolhem a qual evento ir e a qual preferem. Gerando um clima e envolvimento em todo o processo que vai culminar no prazer das pessoas em fazer delas a peça principal desses acontecimentos turísticos, pois sem dúvidas, é necessário pensar no bem estar das pessoas para assim fazer juz ao evento.
Imagens Retiradas da Internet
             Isso é, no entanto, um processo de vários meses e envolve uma equipe muito grande de profissionais para que tudo saia da melhor forma possível, não é fácil para os turistas saírem de longe para prestigiar um evento e ele não ter o resultado desejado por elas. Pensando nisso, o setor turístico tem a obrigação de ter certo cuidado ao realizar eventos que podem ser o sonho de muitos, uma realização única e que eles levem para uma vida toda. Ser profissional de turismo de evento exige muita dedicação, precisa-se estar atento e dar o melhor de si para que seja gratificante para ele e para quem curte o evento.  As pessoas desse segmento estão preparadas para fazer o melhor e de fato o Brasil é o país onde é possível fazer um pouco de tudo com qualidade e confiança, a prova está ai, o país do investimento cada vez nos surpreendendo e aprendendo que a prática e a teoria são fundamentais para que tudo saia bem e traga lucros diversos.


Sobre o Autor
Alexandre Quintino
Nasci em Arapiraca/AL ,cursei o ensino médio no colégio santíssimo senhor, sou Bacharel em Turismo pela Faculdade de Ensino Regional Alternativa FERA, onde realizei o trabalho de conclusão de curso como o tema TURISMO SEM EXCLUSÃO UMA PROPOSTA DE INCLUSÃO DE DEFICIENTES COM AS PRATICAS TURÍSTICAS .
Atualmente faço pós em Recursos Humanos e também um curso de eventos que me identifico muito nessa área de eventos onde pretendo atuar e dedicar minha vida profissional, como em outros segmentos do turismo. O turismo adaptado e acessível para todos, cultural e ecoturismo.
Espero que todos tenham uma boa leitura que conhecimento e essencial para todos nós. Revisada pela estudante de jornalismo Mara Santos.
  
Contato: alexandre.aqs@hotmail.com

REFERÊNCIAS
CARVALHO, V. F. Evento discutiu o investimento em hotelaria no Brasil. Disponível em < http://ecoviagem.uol.com.br/noticias/turismo/encontros-e-eventos-de-turismo/evento-discute-investimentos-em-hotelaria-no-brasil-17856.asp> Publicado em: 2 de maio de 2014.
TURISMO, Ministério do. Noticias Eventos. Disponível em< http://www.turismo.gov.br/turismo/noticias/todas_noticias/20140827_2.html> Publicado em: 2013



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nicarágua, um paraíso natural

ORIGEM DO NOME, Nicarágua A origem do nome é incerta, já que o país não conta com um registro indígena, podendo-se recorrer somente às crônicas dos primeiros espanhóis. Nessas crônicas fala-se sobre o povo náhuatl que viviam entre o grande lago (chamado de Nicarágua posteriormente) e o Oceano Pacífico; a esta terra eles davam o nome de nic–atl-nahauc que significa "aqui junto a água".



LOCALIZAÇÃO A Nicarágua é um país da América Central, limitado ao norte pelo Golfo de Fonseca (através do qual faz fronteira com El Salvador), Honduras, a leste pelo Mar das Caraíbas, através do qual faz fronteira com o território colombiano de San Andrés e Providencia, a sul com a Costa Rica e a oeste com o Oceano Pacífico. Sua capital é Manágua. TOP 8 CURIOSIDADES -1ª Que futebol que nada! O esporte mais popular da Nicarágua é o beisebol. -2º A bebida típica é o pinolillo, uma bebida feita com milho, cacau, canela e outros ingredientes - 3º No total, a Nicarágua possui nove grandes lagos. Não é sem …

O que fazer depois que acabar a faculdade? Bacharel em Turismo

Após os três, quatro ou cinco anos de faculdade é natural que muitos ainda se perguntem o que vão fazer depois da faculdade, essa pergunta não é privilégio apenas dos futuros turismólogos, muitos e muitos outros futuros profissionais se fazem o mesmo questionamento. Mas falando dos futuros turismólogos, ao longo do curso a grade oferece uma serie de conhecimentos multidisciplinares que possuem o intuito de capacitar o profissional para os diversos meios de atuação do turismólogo. Mas a problemática se insere neste contexto. Algumas profissões como, por exemplo, licenciatura em Matemática, ou você ministra aulas ou vira pesquisador, são apenas duas opções (ou mais), de certa forma fica mais fácil de decidir, assim como biomedicina, ou você trabalha em um laboratório de analises clinicas, ou se torna professor ou se torna pesquisador. Já no turismo a realidade é inversa, em síntese temos os seguintes campos de atuação, cruzeiros, agencias de viagens, docente, poder publico, eventos, hotela…

O Folclore e o Turismo

Mas o que significa e o que é Folclore? Folclore é o conjunto de crenças, superstições, lendas, festas e costumes de um povo passado de geração em geração. A palavra Folclore vem do inglês pela junção das palavras folk (povo) e lore(sabedoria popular) significando sabedoria do povo. O Folclore no Brasil só começou a receber atenção da elite na metade do século XIX, durante o Romantismo. Naquela época, a cultura popular crescia na Europa e Estados Unidos e, baseados nesse interesse, estudiosos brasileiros como Celso de Magalhães e Sílvio Romero pesquisaram as manifestações folclóricas nativas e publicaram estudos. (FOLCLORE, 2010) Você sabia que o Folclore é protegido por lei? Isso mesmo, de acordo com a Constituição Federal de 1988, nos artigos 216 e 215, que relatam sobre o patrimônio cultural brasileiro: “os bens materiais e imateriais, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasilei…