segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Diário de Viagem- Museu da Casa Brasileira

O Museu da Casa Brasileira está situado na Avenida Brigadeiro Faria Lima, entre as avenidas Europa e Cidade Jardim.
BREVE HISTÓRIA
Estatua da Entrada
Estatua da Entrada

 O Museu da Casa Brasileira (MCB) se dedica às questões da cultura material da casa brasileira. É o único do país especializado em design e arquitetura, tendo se tornado uma referência nacional e internacional nesses temas. Conhecido pela localização privilegiada, uma mansão da década de 40, o MCB é um verdadeiro oásis entre os prédios da região com seu jardim de mais de 6 mil metros quadrados. 

        Criado em 1970 com a denominação de Museu do Mobiliário Artístico e Histórico Brasileiro, recebeu o nome atual no ano seguinte, por sugestão do então diretor Ernani Silva Bruno, endossada por conselheiros como Sérgio Buarque de Holanda; em 1972, passou a ocupar a atual sede.


          O Museu expõe em sua coleção permanente exemplares do mobiliário dos séculos XVII ao XXI e reforça, em sua agenda cultural, a vocação para as áreas de arquitetura e design por meio da multiplicação de exposições temporárias e de um programa diversificado de debates, palestras, cursos, oficinas e lançamentos de livros. Desde 1986 realiza anualmente o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, a mais longeva e tradicional premiação da categoria. Desenvolve também ações que propiciam a acessibilidade e a formação de novos públicos através de seu núcleo educativo que, além do atendimento ao público espontâneo, promove regularmente visitas agendadas voltadas ao público escolar (do ensino infantil ao superior) e público em geral. O núcleo oferece ainda programas específicos voltados à inclusão sócio-cultural, pessoas com deficiência, famílias e amigos entre outros. (MCB, 2014)
A VISITA
A arquitetura singular do Prédio do Museu da Casa Brasileira é a primeira coisa que chama atenção. Em meio aos enormes arranha-céus da Avenida Faria Lima, um espaço se destaca e cativa os olhares de todos que passam por ali.
Um local vivo, repleto de vegetação e arte. Um espaço que abriga os traços arquitetônicos de inúmeras gerações, mostrando o luxo e a sofisticação dos antigos móveis e cômodos da mansão dos Prados.
A vista é incrivelmente surpreendente, tanto que se pode deduzir que aquele espaço não é brasileiro, o espaço nos remete a Europa ao luxo de Paris e a natureza dos encantadores campos da França.
Em especial no dia 31 de Agosto, no dia que visitei, teve a apresentação da OCAM- Orquestra de Câmara da USP, que foi exuberante e extremamente propicia para o ambiente, A apresentação contou com Opera, Piano e um concerto com os grandes nomes da musica clássica, assim como Mozart e Bellini.
Atualmente está acontecendo uma exposição “Maneiras de expor: arquitetura expositiva de Lina Bo Bardi” que vai até dia 9 de novembro, uma exposição encantadora que mergulha no universo criativo e autentico da arquiteta
O MCB funciona de terça a domingo das 10h as 18h, com ingressos as R$: 4,00 e estudantes pagam R$: 2,0o, aos sábados domingos e feriados a entrada é gratuita e o estacionamento é pago.

O museu encanta a todos e sua localização permite que todos o visitem. Pelo Metro ele fica próximo às estações Faria Lima e Cidade Jardim da CPTM e é servido por linhas de ônibus conectadas ao centro e à Av. Paulista.
 Visitem !!
             
Site do Museu: http://www.mcb.org.br/index.asp
Referencias

MCB. O Museu. Disponível em < http://www.mcb.org.br/mcbText.asp?sMenu=P001> Acesso: dia 01 de 2014.