domingo, 22 de novembro de 2015

O melhor meio de transporte para viajar, eis a questão!

Os meios de transportes estão presentes diariamente nas nossas vidas, seja para ir ao trabalho, levar os filhos na escola, ir ao mercado e principalmente quando vamos planejar nossas férias e as “fugidinhas” de lazer nos feriados.
No contexto histórico do Brasil houve um incentivo do transporte ferroviário no passado, mas que hoje existem poucas linhas de trem ativas e as que existem não são tão efetivas para os transportes de passageiros. Diferentemente do Brasil, os países europeus, encontraram no transporte ferroviário uma opção mais barata, segura, rápida e acessível de realizar o transporte interno e externo.
O Transporte marítimo de pessoas por sua vez, hoje é representado pelos grandes cruzeiros que circundam a costa de diversos países pelo mundo. Os cruzeiros caíram nas graças de diversos turistas, pois em outros tempos viajar de cruzeiro era sinônimo de status social, mas hoje, com a popularização dos cruzeiros, a viagem nesses navios se tornou algo “a mais” nas memórias dos viajantes.
Mas, quem nunca sonhou em voar, uns tem medo outros adoram, já outros adorariam ir voando para o destino escolhido. Bem como o barateamento dos cruzeiros os preços dos vôos vem se tornando mais acessíveis e oportunizando que a classe C tenha a experiência de voar, nem que seja dividindo em 10x no cartão de crédito.
Quando comparamos os preços, rapidez, agilidade e facilidade os automóveis estão no topo do ranking dos meios de transportes mais utilizados em viagens. Contudo, dado a atual crise, altos preços dos combustíveis, moeda desvalorizada e as outras inúmeras coisas que estamos cansados de ouvir e ler nos jornais, o automóvel pode não ser a melhor escolha para uma boa viagem, ainda que, a segurança nas estradas brasileiras vem se tornando algo deplorável, sem contar os altos custos dos pedágios rodoviários.
Já os tão escolhidos, fretados, usados e adorados ônibus rodoviários podem ser uma boa opção para uma boa viagem. Mas é claro, que nem tudo é perfeito, pois com longas distâncias esses tão usados ônibus interurbanos tornam-se um grande causador de dores musculares, além é claro, do baixíssimo ar condicionado (- 2º C) que congela a tripulação levando a crer que está em um frigorífico.
Sobre o melhor meio de transporte, é importante ressaltar que não existe o melhor meio de transporte, mas sim o melhor meio de transporte para você. Isso dado que o ser humano é subjetivo, ou seja, cada um tem uma concepção de bom ou ruim, é a mesma coisa falar para uma família carente que uma passagem é R$: 40,00 e, falar para uma família que tem o faturamento mensal de R$: 9.000,00 que a passagem é o mesmo valor do que a mencionada anteriormente.
Além do fator econômico o caráter de gosto, ou melhor, o simbolismo da viagem varia de pessoa a pessoa. Pois para ir do destino B a C existem inúmeros meios de transporte, seja por terra, água ou ar, mas determinado individuo não gosta de voar, e mesmo que demore ele prefere ir pela água, pois assim poderá aproveitar mais a paisagem.
Portanto, quando for escolher um destino de viagem pense no que lhe faz bem e, se por ventura, quiser mudar a viagem, comece mudando o meio de transporte, dado que uma viagem de trem pode ser tão significativa quanto uma viagem de avião. Assim como um destino é subjetivo, a escolha de um meio de transporte ideal é tão mais complexa do que a escolha das roupas que irão compor a sua mala. Mas se tiver dúvidas, consulte um agente de viagens.