Pular para o conteúdo principal

Inovação e Tendências em Hotelaria 2015/2016- Por: Roberta Gomes



Palestra regida por Heber Garrido, diretor Comercial e Marketing da rede Transamérica Hotels. Abordou o tema inovação e tecnologia em hotelaria para o ano de 2016, o debate ocorreu durante a última edição da Equipotel 2015.
Heber destaca que a geração y é o novo público-alvo para os empreendedores, tanto das grandes redes hoteleiras como empresários independentes. Esta geração milênio é o novo hóspede do mercado e merece toda a atenção dos empresários. È um público jovem que busca experiência, tecnologia e quebra de padrões, o que segundo ele é um grande desafio para as redes hoteleiras.
Esta geração busca por tecnologia, principalmente pelas facilidades que estes aplicativos oferecem. Segundo Heber Garrido, aplicativos como Airbnd e o Uber são ferramentas que surgiram para atender as necessidades dessa geração, que não gosta de esperar em grandes filas para fazer o check-in, por exemplo. Em uma pesquisa feita pela rede Transamérica Hotels, os clientes pediram mais tomadas nos quartos, Heber salienta que não é preciso uma tecnologia elaborada, apenas algo eficaz.
Além da tecnologia os investidores devem estar atentos a experiência que estes jovens irão encontrar. Para ele, a experiência é fundamental e a geração y busca encontrar experiências locais, e um dos meios para que isto ocorra, é através da ambientação do espaço. Mas, é preciso ficar atento, pois esta experiência deve fazer sentido para o hóspede.
Outra forma de alcançar esta geração é o uso de materiais sustentáveis com tecnologia e mobilidade. A diferença está nos detalhes, como o fim dos espaços de trabalhos para mesas móveis que podem ser utilizadas enquanto o hóspede está na cama. Ou quem sabe ainda,  o fim dos aparelhos de tv´s nas paredes dos quartos, já que está geração se está conectada através de tabltes,smartphones e computadores.
Wellness e fitness também são características desta nova geração, em que as redes hoteleiras devem estarem atentas. Este cliente busca qualidade de vida, alimentação saudável, exercícios, sem necessariamente ficarem "presos" em uma sala de hotel correndo na esteira.
Para fechar, Heber Garrido menciona que "o grande desafio dos investidores é mudar seus padrões para atender esta nova demanda, é um grande desafio, mas é necessário se as redes hoteleiras quiserem se manter competitivas no mercado, inclusive em épocas de crise. É preciso preparo constante para atender este novo consumidor com serviços de qualidade".

Fonte: Palestra assistida durante Equipotel 2015 no dia 16 de setembro de 2015 ás 14:30 ás 15:15
Empresa: Transamérica Hotels
Palestrante: Heber Garrido - Diretos comercial e marketing
Tema: Inovação e Tendências em Hotelaria


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nicarágua, um paraíso natural

ORIGEM DO NOME, Nicarágua A origem do nome é incerta, já que o país não conta com um registro indígena, podendo-se recorrer somente às crônicas dos primeiros espanhóis. Nessas crônicas fala-se sobre o povo náhuatl que viviam entre o grande lago (chamado de Nicarágua posteriormente) e o Oceano Pacífico; a esta terra eles davam o nome de nic–atl-nahauc que significa "aqui junto a água".



LOCALIZAÇÃO A Nicarágua é um país da América Central, limitado ao norte pelo Golfo de Fonseca (através do qual faz fronteira com El Salvador), Honduras, a leste pelo Mar das Caraíbas, através do qual faz fronteira com o território colombiano de San Andrés e Providencia, a sul com a Costa Rica e a oeste com o Oceano Pacífico. Sua capital é Manágua. TOP 8 CURIOSIDADES -1ª Que futebol que nada! O esporte mais popular da Nicarágua é o beisebol. -2º A bebida típica é o pinolillo, uma bebida feita com milho, cacau, canela e outros ingredientes - 3º No total, a Nicarágua possui nove grandes lagos. Não é sem …

O que fazer depois que acabar a faculdade? Bacharel em Turismo

Após os três, quatro ou cinco anos de faculdade é natural que muitos ainda se perguntem o que vão fazer depois da faculdade, essa pergunta não é privilégio apenas dos futuros turismólogos, muitos e muitos outros futuros profissionais se fazem o mesmo questionamento. Mas falando dos futuros turismólogos, ao longo do curso a grade oferece uma serie de conhecimentos multidisciplinares que possuem o intuito de capacitar o profissional para os diversos meios de atuação do turismólogo. Mas a problemática se insere neste contexto. Algumas profissões como, por exemplo, licenciatura em Matemática, ou você ministra aulas ou vira pesquisador, são apenas duas opções (ou mais), de certa forma fica mais fácil de decidir, assim como biomedicina, ou você trabalha em um laboratório de analises clinicas, ou se torna professor ou se torna pesquisador. Já no turismo a realidade é inversa, em síntese temos os seguintes campos de atuação, cruzeiros, agencias de viagens, docente, poder publico, eventos, hotela…

O Folclore e o Turismo

Mas o que significa e o que é Folclore? Folclore é o conjunto de crenças, superstições, lendas, festas e costumes de um povo passado de geração em geração. A palavra Folclore vem do inglês pela junção das palavras folk (povo) e lore(sabedoria popular) significando sabedoria do povo. O Folclore no Brasil só começou a receber atenção da elite na metade do século XIX, durante o Romantismo. Naquela época, a cultura popular crescia na Europa e Estados Unidos e, baseados nesse interesse, estudiosos brasileiros como Celso de Magalhães e Sílvio Romero pesquisaram as manifestações folclóricas nativas e publicaram estudos. (FOLCLORE, 2010) Você sabia que o Folclore é protegido por lei? Isso mesmo, de acordo com a Constituição Federal de 1988, nos artigos 216 e 215, que relatam sobre o patrimônio cultural brasileiro: “os bens materiais e imateriais, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasilei…