domingo, 3 de julho de 2016

Por que você trabalha em sábados, domingos e feriados?

Acho um tanto quanto engraçado quando as pessoas me perguntam: Por que você trabalha em sábados, domingos e feriados?
Bom, existem explicações bem lógicas e outra nem tão lógicas. A primeira é pelo fato de que todos (penso eu) precisam de dinheiro, logo trabalhar em fins de semana, férias, feriados e etc é uma das oportunidades para obter o tão quisto “Money”, “dim dim”, “bufunfa” e o que quiserem chamar.
Mas, por que em sábados, domingos e feriados e não em dias da semana?
Então, eu trabalho com turismo, assim como seus setores, bem como hotelaria, restaurantes e eventos, assim, cabe a mim trabalhar enquanto você está de folga, curtindo uma praia, um jantar romântico em um restaurante, comemorando sua lua de mel, pedindo informações no centro de informações ao turista do seu destino e outras.
Mas, você se sente feliz trabalhando nas férias das pessoas?
Lógico, me sinto realizado. Fiz hospedagem e faço turismo para realizar sonhos e fazer com que cada sonho, sonhado há meses, anos e dias atrás sejam realizados da melhor forma naquele instante, pois se eu não souber realizar da melhor forma o tempo não voltará e eu não terei uma nova oportunidade.
No turismo é fato que trabalhamos nos momentos de lazer das outras pessoas e, os nossos momentos de lazer são em horários, meses e dias alternados aos fluxos turísticos (fato esse que nos permite viajar gastando menos nas baixas temporadas), mas foi isso que escolhemos.
Lembro-me de uma frase que minha professora sempre dizia sobre o turismo “ou ame-o ou deixe-o”, pois não tem meio termo, ou você gosta ou você desgosta.
Eu estudo turismo, mas quando to de férias sempre volto pra minha cidade natal e faço estágio ou uns bicos, então todo fim de semana seja durante o dia estou ocupado. Ai meus amigos vem me questionando que eu não saio com eles, que eu só trabalho em fins de semana ou que eu saio de férias e já vou trabalhar.
Sei que me privo de ir para as baladas, ir passear e dar uns roles, mas eu me encanto em ver os sorrisos dos clientes ao se apaixonar pelo atendimento, ao estar naquele momento comemorando, se divertindo... A diversão deles é a minha diversão, o sorriso deles é o meu sorriso e o meu atendimento é o que fará a diferença para aquela noite ser de sucesso ou não...
No final do dia, lá pras 2 da manhã eu sento com os barmans e com os garçons e digo – Serviço cumprido!
Apaixono-me em atender as pessoas, me apaixono em vê-las feliz e saber que eu fui parte disto...

Então meus amigos, amo vocês, mas além de precisar de dinheiro, amo fazer o momento de outras pessoas mais feliz!