terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Porto: Uma simpatia em forma de cidade

Há cidades e HÁ cidades (já falei isso dezenas de vezes), mas isso é bem real, pois algumas cidades são tão encantadoras que você deseja voltar mais e mais vezes. Por exemplo, a cidade do Porto, em Portugal.
Tenho uma teoria, que a cada dia se confirma na Europa. Segundo minha teoria, as cidades mais divulgadas têm mais chances de nos decepcionarmos do que com cidades desconhecida. Direi-lhes o motivo, primeiro pelo fato de que quando se há muita divulgação criamos mais expectativas, que logo, dificilmente são atingidas.

Segundo, pois, cidades turísticas possuem muitos turistas, logo, você acaba tendo que desviar de tanta gente que não consegue tirar uma única foto.
Porto, por sua vez, é um Hub internacional, muitos voos fazem conexão por lá, mas mesmo assim, com uma considerável divulgação, a cidade te encanta em cada viela.
A cidade é grandinha, mas tem seu charme no centro histórico, como por exemplo, na Praça dos Aliados, o ponto de encontro principal. A arquitetura da cidade faz você navegar na historia de Portugal e inclusive do Brasil.
A culinária é muito parecida com a nossa, tem feijão, macarrão, ovo, carne, porco e outras coisas mais. E o melhor, pode usar seu português à vontade, eles nos entendem perfeitamente e diferente de muitos outros países da Europa, os portugueses são super simpáticos.
Aliás, tá ai, “simpatia”, uma coisa dificil de ver na Europa que os portugueses tiram de letra, claro que não é o nosso jeitinho brasileiro, mas tá quase lá.
Quase ia me esquecendo, em Porto, o pastel de Belém é chamado de Pastel de Natal, um pastel dos anjos me deliciei muito com eles, super recomendo.
Porto tem metro por todo lado, dá para ir para onde quiser, inclusive usa-se metro ate o aeroporto. A cidade não é tão cara, tem preço acessível. Outra coisa comprem lembrancinhas no Mercado do Bolhão, é mais barato do que na cidade.

Por fim, desfrute essa cidade, acredito que 2 dias são suficientes para ver tudo e desfrutar com muito amor! Hasta luego!